Na tentativa de preencher os horários ociosos das crianças, muitas famílias têm optado por cursos de musicalização, dança, teatro ou aprendizagem de um determinado instrumento musical. Todas as opções incluem a parte musical, a musicalidade. Esse costume não é uma casualidade, o papel da música na vida das crianças é muito importante na hora de desenvolver diversas capacidades de percepção.

Na tentativa de preencher os horários ociosos das  crianças, muitas famílias têm optado por cursos de musicalização, dança, teatro ou aprendizagem de um determinado instrumento musical. Todas as opções incluem a parte musical, a musicalidade. Esse costume não é uma casualidade, o papel da música na vida das crianças é muito importante na hora de desenvolver diversas capacidades de percepção.

Sobre a musicalidade:

Existem variações de musicalidade, de acordo com a natureza do estímulo musical assim como a natureza de resposta.

Quando falamos de musicalidade, não é apenas uma qualidade do que é musical é uma forma de percepção e cognição. Tocar, dançar, produzir sons são formas de aprender brincando.

Quando as crianças estão em contato com o meio musical, trabalha-se muitas características inclusive de cooperação mútua, de interiorização do que é início, meio e fim; de respeitar o tempo do outro, pois acontecem experiências musicais compartilhadas.

Na atualidade a musicalidade por muitas vezes deixa de ser percebida, estimulada e aprimorada devido aos aparatos tecnológicos, tais como : celulares, Ipads ou tablets. Quantos talentos deixam de ser descobertos devido a esse posicionamento ?

Importância da música na vida das crianças:

O fato das nossas crianças terem aula de música nas escolas ou fora destas, é um grande estímulo para diferentes habilidades, sendo importante para o desenvolvimento cognitivo, linguístico, sócio afetivo e psicomotor. A música também faz parte da educação, e atua no processo de aprendizagem, pois é também por meio de canções que as nossas crianças aprendem letras, números, animais entre outros.

Brincadeiras com música são muito importantes e não devem ser só responsabilidade das escolas. A musicalização também pode favorecer os laços afetivos familiares, a imaginação, a memória e o senso rítmico.

Musicoterapia:

E se tratando de música em terapia, pode-se dizer que muitas vezes a musicalidade facilita e promove a organização, o relacionamento, a aprendizagem, a comunicação e a expressão.

Na musicoterapia através da musicalidade de cada criança podemos desenvolver potenciais, recuperar funções e alcançar melhor integração e qualidade de vida. Sim, a musicalidade é uma ferramenta incrível em casos terapêuticos.

Que nossas crianças possam acessar os mais variados sons, harmonias e melodias; colorindo a infância e inspirando as mais incríveis possibilidades de ação.

Na Pikoli temos uma grande variedade de brinquedos musicais com os quais as crianças podem se divertir e se desenvolver ao mesmo tempo!

Não deixe de passar pela nossa loja física na cidade de Itu, SP.

Esta publicação foi feita em parceria com a Talita Ribeiro Passoni, musicoterapeuta da cidade de Salto, SP que atualmente trabalha com música em terapia e tem seu próprio espaço o Espaço Musicoterapia