Com o isolamento social mantido, uma dúvida tem sido comum a quase todos os pais: o que fazer para manter as crianças ocupadas e entretidas o dia todo? Isso porque se antes a gente precisava montar uma programação de atividades para o final de semana, agora essa programação precisa se estender por sete dias e ainda com um agravante: nao pode incluir passeios, nem encontros com amiguinhos ou familiares. 

Pois pensando nisso, selecionamos algumas atividades bem simples que você pode com a garotada para dar uma animada nesse período de quarentena. Confira.

1. Incentive-os a criar sua própria história

Em vez de passar o dia assistindo desenhos animados, incentive os seus filhos a criarem sua própria historinha. Dê a eles um pedaço de papel e alguns lápis de cor e peça que desenhem personagens como heróis, princesas e afins. Quando terminar, peça para que eles te contem a história completa e, se for necessário, vá fazendo perguntas para estimular a criatividade deles diante de um conflito dos personagens, por exemplo.

2. Crie cenários para as histórias

Aproveite que a criatividade estará aflorada e relembre sua época de brincadeiras com massinhas de modelar. Você pode sugerir a criação de bonecos ou cenários que irão ambientar a historinha criada na ideia acima e misturar com outros bonecos e demais brinquedos que a criança já tem (pequenos animais, carrinhos, itens de casinha, etc). 

3. Dê a eles uma “missão” importante

Fazer as crianças se sentirem parte de uma missão importante pode ser uma boa saída para aquele dia em que todas as outras brincadeiras já deixaram de ser atrativas. Você pode sugerir um desenho para o papai colocar na mesa dele do trabalho ou uma pesquisa que vai ajudar a vovó em alguma tarefa dela. Se eles enxergarem a missão como algo realmente importante, a chance de se empenharem nela é bem grande. 

4. Crie uma caixa de ideias

Sim, a gente sabe, às vezes as ideias acabam. Ainda mais depois de vários dias de quarentena. Então, que tal debater novas sugestões diretamente com as crianças  sobre coisas que eles podem fazer para superar o tédio; anotar essas ideias em pequenos pedaços de papel e colocá-las dentro de uma caixa ou pote? Assim,  da próxima vez que eles ficarem entediados, peça que escolham uma de suas próprias sugestões. Sabendo que a ideia foi deles, fica maior a chance de eles se mostrarem animados e dispostos a segui-la.

5. Ofereça brinquedos educativos e criativos

Sejamos sinceros, até para nós, adultos, é difícil ficar em casa o tempo todo. Por isso, antes de mais nada, entenda que o momento é delicado e prefira tentar distraí-los com brinquedos que realmente permitam que a criança crie e invente algo que os mantenha distraídos por um longo tempo. Para isso, invista em jogos educativos, quebra-cabeças e blocos para montar, etc. Seu filho não só será capaz de brincar por horas, mas também desenvolverá seu raciocínio espacial.

6. Crie uma caça ao tesouro

A caça ao tesouro não precisa ser feita apenas na páscoa, para encontrar os ovos. Ela é uma excelente ferramenta que pode ser explorada ao longo de todo o ano. Esconda qualquer coisa que você acredite que possa dar certo (pode ser um brinquedo novo, um troféu, moedas, o que a sua imaginação mandar), e vá fornecendo pistas para que eles tentem encontrar o objeto escondido. Lembre-se de adequar a brincadeira à faixa etária dos envolvidos, mas pense também que um pouco de dificuldade pode ajudar a aumentar a resiliência deles e também a capacidade de encontrar coisas sem pedir sua ajuda.

7. Construa um forte

Dê a seu filho alguns travesseiros e um cobertor e desafie-o a transformar o sofá em um forte. Dificilmente ele se recusará a participar de uma base secreta e você ainda pode entrar na brincadeira de vez em quando, como se fosse um forasteiro que chega até o local. Se houver mais crianças na casa, leve barracas ou tendas de brinquedo para a sala e simule um povoado próximo ao forte. 

8. Crie jogos verbais

Se o seu filho estiver em fase de alfabetização ou se já souber ler e escrever, proponha alguns jogos verbais para estimular o conhecimento que está sendo adquirido na escola. Por exemplo: Liste um animal ou um objeto para cada letra do alfabeto, pense no maior número possível de palavras que comecem com a letra B, enfim. Se a criança for muito ativa, você também pode sugerir que ela encontre objetos pela casa que comecem com uma letra específica e pode até fazer uma competição, valendo uma sobremesa especial no jantar, por exemplo, para quem acertar mais ou encontrar mais rápido. 

9. Sugira um experimento científico

Deixe seus filhos descobrirem o mundo. Ensine ou mostre a eles algo sobre um objeto ou seus arredores e deixe-os explorá-lo. Isso pode significar dar-lhes um ímã e dizer-lhes para ver o que gruda, ou dar-lhes uma tigela de água e pedir-lhes para ver o que irá flutuar e o que afundará. Caso a criatividade acabe, vale lembrar que existem vários brinquedos que podem te ajudar nessa tarefa. 

É claro que, mesmo com todas essas dicas, ainda terá dias em que não conseguirá reunir energia para planejar as atividades mais simples. Mas, no lugar de sofrer por isso, aposte na obviedade do combo pipoca + filme e se permita apenas reunir todo mundo no sofá para curtir um cinema em casa. Está tudo bem também. No fim das contas, o que vale é criar boas memórias para que possamos, lá na frente, lembrar de tudo isso com saudade e alegria.