Com as escolas ainda fechadas – e sem previsão de retorno -, as crianças passaram a ter aulas online como alternativa para manter o andamento do ano letivo. No entanto, alunos e pais ainda estão tentando se adaptar a esse novo cenário, que apresenta uma série de desafios para ambos. 

Por isso, é fundamental que os pais ajudem as crianças a se concentrar no aprendizado, fornecendo a eles uma estrutura e, principalmente, uma rotina offline, evitando transformar a quarentena em uma desculpa para que os pequenos passem o dia inteiro conectados. 

1. Limite o uso de dispositivos eletrônicos

Como eles já estão passando um tempo considerável em frente a um computador, tente limitar o uso de outras telas ao longo do dia, como telefones celulares e tablets. O uso excessivo delas pode ter um impacto adverso nos cérebros jovens e nós até já falamos sobre isso aqui no blog anteriormente. Além disso, a medida também é importante para garantir que as tarefas da escola serão realizadas e concluídas de maneira satisfatória, sem desvios de atenção. Aplicativos, jogos e recursos de mensagens são divertidos e até mesmo úteis, mas também podem ser perigosos se usados descontroladamente. 

2. Crie espaço para a aprendizagem

Seus filhos terão um desempenho melhor durante as aulas online se tiverem um espaço silencioso e confortável, totalmente dedicado ao aprendizado. Pense sempre que as crianças irão passar horas e horas nesse local todos os dias, logo é preciso ficar atento a quaisquer problemas ortopédicos que possam surgir relacionados à postura, por exemplo.

3. Acompanhe de perto, se possível, o andamento das aulas 

Aulas online são uma novidade para muita gente, principalmente para as crianças. Portanto, certifique-se que os níveis de interesse e envolvimento de seus filhos estão satisfatórios. A maneira mais simples de fazer isso? Observação. De tempos em tempos, vá até o local e olhe nos olhos do seu filho para ver se ele está, de fato, acompanhando as aulas ou se tem se dispersado com facilidade. Aproveite para verificar, também, se eles estão fazendo anotações e, ao final das aulas, questione-o sobre o que foi estudado no dia. É importante confirmar que eles estão realmente aprendendo. E se você achar que não há um bom envolvimento com as lições, não tenha medo de entrar em contato com a escola ou com os professores para expor o problema. 

4. Combata o sedentarismo

A gente sabe que é difícil concorrer com o Youtube, o TikTok e os milhares de jogos eletrônicos disponíveis por aí, mas tente definir um horário para que, assim como na escola, eles possam se movimentar, tomar um ar fresco ou fazer um lanche. Um dos piores problemas dessa quarentena, é que as crianças têm ficado ainda mais sedentárias. Portanto, incentive também outros tipos de atividades. Isso também os ajuda a gastar energia, o que melhora a qualidade do sono.

5. Promova conversas em vídeo

Enquanto a interação social ainda está limitada, invista nas videochamadas para que as crianças não fiquem muito isoladas ou se comunicando apenas por mensagens de texto em redes sociais. Bate papos com familiares também são importantes. Se não puder fazer chamadas em vídeo, ligue para os avós, tios e primos com frequência para estimular outros meios de comunicação. 

6. Reforce o hábito da leitura

Aproveite esse período para reforçar hábitos de leitura nos pequenos e ofereça livros, quadrinhos ou revistas para que eles possam ocupar parte do tempo com um material impresso. A leitura promove uma infinidade de benefícios para o desenvolvimento das crianças, então, estimule seus filhos a ler. Aproveite e incentive também a escrita criativa, a narrativa imaginativa e as expressões artísticas. 

7. Não são férias

Mesmo que ficar em casa e longe da escola pareça um feriado, lembre seus filhos de que eles não estão de férias. Trabalhos, notas, requisitos e testes não desaparecerão apenas porque as aulas ocorrem de forma online.

8. Divirtam-se juntos

Tudo sempre tem um lado positivo, certo? E entre as obrigações da escola e do trabalho, nunca antes os pais e os filhos tiveram tanto tempo juntos. Logo, transforme esse tempo em uma oportunidade de união. Organize atividades familiares, jogos e divirta-se com seus filhos. Aqui no nosso blog, nós demos várias dicas de atividades que podem ajudar nesse período, aproveite!!

9. Você não está sozinho

Por último, mas não menos importante, lembre-se que você não está sozinho nesta jornada. Todo mundo está passando pela mesma situação e não tem sido fácil para ninguém. Portanto, entre em contato com outros pais e compartilhe suas dificuldades, suas experiências e o que tem dado certo na sua casa. É importante que vocês estejam alinhados para que os resultados dessas aulas online sejam positivos e satisfatórios para todo mundo.

Sem dúvida, este é um momento desafiador para pais, professores e crianças. Mas, tenha em mente que, em breve, tudo vai passar e as rotinas poderão ser retomadas. Enquanto isso, cabe a nós tirarmos os melhores aprendizados de toda essa situação.