5 maneiras de fazer seu filho comer mais frutas

Quando se trata de alimentos que as crianças deveriam comer, mas muitas vezes torcem o nariz, muita gente lembra das verduras e dos legumes, mas nem sempre dão uma atenção especial para as frutas. E aqueles que não desenvolvem gosto por frutas quando crianças podem nunca adquirir o hábito de comê-las.

Em 2019, uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontou que uma em cada três crianças, com idade entre cinco e nove anos, estava acima do peso no país, sendo 5,22% com obesidade grave. E muitos desses números se devem a má qualidade da alimentação e ao sedentarismo.

Por isso, se seu filho faz parte do grupo de crianças que come mal, evita alimentos saudáveis e sempre acaba optando por um item ultra processado, confira algumas dicas de como incentivá-lo a ingerir mais frutas ao longo da semana, de uma maneira saborosa e divertida.

1 – Mantenha as frutas à vista

Sabe o ditado que diz que “o que não é visto, não é lembrado”? Pois ele funciona muito bem aqui. Muitos pais compram frutas frescas e depois as guardam na gaveta da geladeira ou em lugares de difícil acesso para os pequenos. Tente deixá-las à vista e, de preferência, já higienizadas e prontas para o consumo. Aos poucos a criança vai se familiarizando com elas e tende a ter mais vontade de comê-las. Servir uma tigela com abacaxis picados, bolinhas de melão ou fatias de manga durante o lanche da tarde também pode ser uma excelente alternativa para intensificar esse processo de familiarização com os novos itens.

2 – Monte um arco-íris de frutas

Se até nós, adultos, comemos com os olhos, com as crianças não é diferente. E se a comida parecer algo bonito e mágico, como um arco-íris, a chance delas se interessarem aumentam. Além disso, por serem docinhos, as frutas costumam ser melhor aceitas do que os vegetais, por exemplo. Então se seu filho vencer a resistência por elas, já teremos uma grande evolução. Isso porque as frutas são uma fonte rica em vitaminas, minerais, antioxidantes e fibras, que ajudam a reduzir o risco de doenças cardíacas, obesidade infantil e diabetes tipo 2.

Metade de uma manga, por exemplo, tem mais do que o dobro de vitamina A que uma xícara de brócolis cru. Uma xícara de framboesas tem o dobro da fibra de uma xícara de feijão cozido. Uma banana média contém o mesmo potássio que uma xícara de abobrinha cozida. E apenas meia xícara de suco de laranja contém mais ácido fólico do que meia xícara de repolho cozido. Pense nisso!

3 – Fruta secas e congeladas também contam

Frutas secas, como passas, tâmaras, figos, damascos, anéis de maçã, pêssegos, peras e ameixas oferecem uma grande dose de fibra. Só tenha atenção às quantidades, já que elas tendem a ser mais calóricas. Outra opção é congelar uvas, morangos, bananas e usá-los em smoothies, simulando sorvetes ou mesmo batendo com leite para o lanche da tarde.

4 – Insira as frutas também na rotina de brincadeiras

Que tal dar um boost nesse processo de familiarização com as frutas, ofertando brinquedos que levam esse formato ou que trazem ilustrações de frutas diferentes? Pode ser uma forma lúdica bem interessante de despertar o interesse deles sobre o assunto. Você também pode incluí-las nas tarefas de alfabetização e fazer um desafio de escrever seus nomes e depois prová-las.

5 – Capriche na apresentação

Muitas vezes, basta mudar a forma de apresentar a comida para que a criança se interesse mais por ela. Algumas dicas simples e que podem mudar a percepção do seu filho sobre as frutas é cortá-las com forminhas de biscoito em formatos variados, montar espetinhos coloridos ou simular alimentos existentes, como pizza, por exemplo. Abaixo vamos te mostrar algumas fotos que podem servir de inspiração. Você pode, inclusive, levar a criançada pra cozinha e preparar juntos a “refeição”.

Confira algumas sugestões:

Pizza de melancia

  • Fatias de melancia cortadas em triângulos
  • Iogurte grego
  • Frutas da sua escolha

Monte a pizza de acordo com a sua preferência


Sorvete de banana

  • Banana congelada

Passe a banana congelada no processador e pronto.


Picolé natural de frutas

  • Frutas diversas
  • Iogurte natural ou leite
  • Mel

Bata as frutas com o mel e iogurte ou o leite, adicione pedaços de frutas e coloque em forminhas de picolé.


Frutas cobertas com chocolate

  • Frutas da sua preferência
  • Chocolate meio amargo
  • Óleo de coco

Derreta o chocolate, adicione o óleo de coco e banhe as frutas.


Cone de frutas

  • Casquinha de sorvete
  • Frutas da sua preferência

Pique as frutas e sirva-as dentro de uma casquinha de sorvete.


Frutas cortadas com forminhas de biscoito

  • Frutas da sua preferência cortadas em fatias
  • Forminhas de cortar biscoito

Pegue as fatias de frutas e use as forminhas de biscoito para cortá-las em formatos variados.