7 motivos para incentivar seu filho a brincar com jogos de memória

Não importa a sua idade, você, com certeza, já teve ou brincou de jogo de memória em algum momento da vida.

Esses jogos eram super populares nos anos 80 e 90 e faziam sucesso entre as crianças de várias idades. Hoje em dia as versões físicas ainda existem, mas disputam a atenção dos pequenos com seus modelos virtuais, cheios de tecnologia, e efeitos de luzes e sons.

Mas o fato é que os jogos de memória são excelentes para desenvolver habilidades cognitivas importantes nas crianças, que ajudarão em seu desenvolvimento futuro. E por isso, hoje vamos listar alguns desses benefícios:

Desenvolver memória de curto prazo e memória visual

A memória de curto prazo é aquela que você armazena no cérebro para acessar no futuro, como seguir instruções, aprender algo novo ou relembrar o nome de alguém, por exemplo. Já a memória visual é o que nos ajuda a reconhecer um texto ou imagem quando o vemos novamente. No caso dos jogos de memória, ambas são trabalhadas em conjunto, já que é preciso reconhecer os pares e lembrar onde eles estão.

Melhorar o reconhecimento visual

A ação de procurar as cartas “iguais” ou identificar quais formam pares, permite que as crianças aprendam a observar mais atentamente as semelhanças e diferenças entre as figuras. Isso as ajuda a reconhecer detalhes como formas, cores e objetos que estão ao seu redor. Também ensina a diferenciar letras, palavras e números durante a leitura.

Melhorar o foco, a concentração e a atenção aos detalhes

A única forma de ganhar o jogo de memória é mantendo o foco e a concentração, para que as informações reveladas nas suas jogadas – e também nas jogadas dos seus adversários – sejam processadas e armazenadas. Essas habilidades não só irão garantir o sucesso na brincadeira, como também os tornará mais atentos em outras situações da vida.

Desenvolver habilidades cognitivas

Os jogos de memória fornecem um verdadeiro treinamento para o cérebro do seu filho, já que é preciso pensar, ler, compreender, aprender, raciocinar e memorizar, tudo numa mesma atividade. Essas habilidades cognitivas, quando bem desenvolvidas e trabalhadas, ajudam a prevenir a perda de memória mais tarde. Logo, é uma excelente opção de brincadeira para a família toda.

Aprender como resolver problemas e tomar decisões

Não basta virar cartas aleatoriamente. Para vencer no jogo de memória é preciso virar as cartas certas, no momento exato. Isso exige o desenvolvimento das habilidades de resolução de problemas (quando as cartas que foram viradas não coincidem) e de tomada de decisão (no caso de saber quais cartas virar para obter os pares correspondentes).

Promover habilidades linguísticas

À medida que as crianças estão maiores e iniciando o processo de alfabetização, modelos de jogos que levam o nome dos objetos nas cartas ajudam a expandir o vocabulário infantil e ainda trabalham a leitura. Além disso, o fato de observar as diferentes cores e formas dos objetos também permite que eles consigam falar sobre essas associações com mais detalhes.

Desenvolver habilidades sociais

Além de conversar com os outros jogadores sobre as regras do jogo ou sobre os objetos que estão sendo encontrados, durante uma partida em grupo é preciso aprender, por exemplo, a respeitar a vez do outro, seguir uma ordem de jogadas e muitas outras coisas. Tudo isso ajuda a desenvolver as habilidades sociais da criança e a prepara para o convívio coletivo.

E aí, você fazia ideia que o jogo da memória era tão importante para o desenvolvimento infantil? Então aproveite e conheça alguns modelos disponíveis no nosso site.